Elias Vaz tem sido pedra no sapato da equipe econômica de Bolsonaro

Deputado federal tem esmiuçado documentos que apontam irregularidades na atuação do ministro Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, enfrentará uma representação no Ministério Público Federal (MPF) por ter omitido do governo que sua filha, Paula Drumond Guedes, é diretora de uma offshore que ele mantém nas Ilhas Virgens Britânicas. A solicitação de investigação aponta que filha e a esposa do ministro atuam na offshore, cujo patrimônio pode chegar a R$ 50 milhões.

O deputado Elias Vaz foi o responsável por mostrar que o ministro omitiu do governo que a filha continuou como diretora da offshore após ele se tornar chefe da Economia.

O deputado fez a observação depois de Guedes enviar documentos à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados. O material demonstra, segundo Vaz, que Paula continuou na direção da offshore, mas Guedes não apresentou essa informação na Declaração Confidencial de Informações (DCI), exigida pelo governo. 

De acordo com o deputado, o ministro violou o artigo 5º do Código de Conduta da Alta Administração Federal, que prevê que “é vedado o investimento em bens cujo valor ou cotação possa ser afetado por decisão ou política governamental a respeito da qual a autoridade pública tenha informações privilegiadas, em razão do cargo ou função”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.