Em Brasília o eleitor parece que não quer apoiar nenhum candidato cujo nome tenha seis letras e comece e termine com vogais — Arruda e Agnelo. No caso “Arruda” deu azar para o José Roberto. E o Queiroz é chamado de “Argh!nulo” pelo leitor.

A capital se tornou a terra das consoantes. Para governador, candidato que tende a ser eleito é Rodrigo Rolemberg. Para senador, o mais cotado é José Reguffe. Lá, sem Arrudazar e Agnulo, é a terra do “R”.