Eleitor de Aparecida pode escolher uma espécie de Maguito 2 e pode não ser Gustavo Mendanha

Alcides Ribeiro, Marlúcio Pereira, Silvio Benedito e Gustavo Mendanha: um deles deve convencer o eleitor de que é o substituto ideal de Maguito Vilela

Alcides Ribeiro, Marlúcio Pereira, Silvio Benedito e Gustavo Mendanha: um deles deve convencer o eleitor de que é o substituto ideal de Maguito Vilela

O sinal estava verde — acreditava-se. Mas agora o sinal está amarelo. É assim que os luas pretas do PMDB veem a pré-candidatura de Gustavo Mendanha a prefeito de Apa­recida de Goiânia.

Num primeiro momento, escorados na popularidade do prefeito Maguito Vilela, os mendanhistas acreditaram que a disputa seria mamão com açúcar. Gustavo Mendanha é jovem, representa o novo e articulou amplo político. Porém, feitas as primeiras pesquisas, sua situação não é confortável. Não está mal é fato, mas, segundo seus próprios aliados, como um vereador, não supera os pré-candidatos do PSDB, o empresário Alcides Rodrigues, e do PSB, o deputado estadual Marlúcio Pereira. Além disso, há o postulante do PP, o coronel Silvio Benedito, que, com um discurso planejado e azeitado sobre segurança pública, pode mudar a configuração eleitoral do município.

Há quem aposte que, quando a campanha começar pra valer e Maguito Vilela começar a pedir voto — explicitando: “Gustavo Mendanha é o meu candidato a prefeito” —, as coisas deverão mudar. Pode ser, mas também pode não ser. O peemedebista, político articulado e sereno, precisa mostrar personalidade, apresentar-se como o candidato que realmente tem condições de substituir o ícone Maguito Vilela. O eleitor não aprecia político, sobretudo candidatos a cargos executivos, que precisa ser “carregado”. Porque fica com a impressão de que não terá condições técnicas de governar e autonomia para definir seus projetos.

O que o eleitor de Aparecida quer é um Maguito Vilela 2. Se pudesse, daria um terceiro mandato ao peemedebista. Porque ele, além de uma administração eficiente e estruturada, deu status ao município. A cidade era vista como uma espécie de patinho feio, mas, sob o comando de um ex-governador e ex-senador, ganhou prestígio, inclusive junto ao governo federal. Portanto, deve ser eleito prefeito de Aparecida o político cujo perfil se aproximar do de Maguito Vilela — não importa o partido ao qual esteja filiado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.