Eleição em Iporá tende a ser polarizada entre Amarildo Martins e Naçoitan Leite

José Batista, funcionário da Saneago, é o candidato do PMDB. Mas não conta com o apoio do PT de Paulo Alves, que vai apoiar o candidato do PRAmarildo Martins 3 Iporá

O PR da deputada federal Magda Mofatto banca o fazendeiro Amarildo Martins (foto acima, de seu Facebook) para prefeito de Iporá, com Tiago Campos (filho do deputado federal João Campos, do PRB, é casado com a filha de um pastor da Igreja Assembleia de Deus). Amarildo Martins foi presidente do Sindicato Rural e é apontado como uma pessoa conceituada no município. O fato de não ser político profissional o ajuda, já que os políticos estão desgastados de modo generalizado. O PT do vereador e professor Paulo Alves (disputa a reeleição) vai apoiá-lo.

Naçoitan Leite 2 Iporá

O PSDB lançou Naçoitan Leite (na foto, à direita, ao lado do governador Marconi Perillo), apontado como um candidato consistente e popular. Ele tem problemas com a Justiça Eleitoral (inclusive, em 2012, não pôde disputar eleição). A pedra no seu caminho, por incrível que pareça, não é um adversário, e sim um aliado, o prefeito Danilo Gleic (PSDB), que não faz uma administração bem avaliada. Mas tucanos dizem que o desgaste de Gleic não cola tanto em Naçoitan. Segundo eles, eleitores dizem: “Danilo, embora apoiado por Naçoitan, é outra pessoa. Se Naçoitan estivesse na prefeitura, seria diferente”. Um peemedebista contesta: “Não vou dizer que Danilo é laranja de Naçoitan, mas este manda na prefeitura. Portanto, não há como dissociá-los”.

José Batista é o candidato do PMDB. Funcionário da Saneago, é apontado como um político tarimbado. Disputa com chapa pura.

O que se comenta na cidade, entre políticos e populares, é que a disputa eleitoral está polarizada entre Amarildo Martins e Naçoitan Leite. Mas a campanha mal começou e, portanto, o quadro está aberto, inteiramente aberto.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.