Eduardo Machado pede demissão do governo de Goiás para ficar só à disposição do PHS nacional

O presidente nacional do PHS diz que, entre 2017 e 2018, vai trabalhar em tempo integral para fortalecer o partido em termos locais e nacionais

Eduardo Machado (com João Dória, prefeito de São Paulo): objetivo é dedicação total ao fortalecimento do PHS  | Foto: Facebook

O presidente nacional do PHS, Eduardo Machado, pediu demissão na sexta-feira, 24, do cargo de secretário de Assuntos Federativos e Relações com Organismos Multilaterais do governo de Goiás.

Eduardo Machado diz que já comunicou o pedido de demissão aos aliados nacionais e locais do PHS. O motivo de seu afastamento é que pretende ter mais tempo para se dedicar ao partido, tanto no país quanto em Goiás. Um de seus objetivos é eleger ao menos um deputado federal em 2018 — o atual deputado Jean Carlo. “Em 2018, nós vamos mudar a configuração política do PHS, tornando-o mais sólido em Goiás e no país. Por isso, preciso ter mais tempo para dedicar-me à sua reestruturação.”

Marconi Perillo, governador de Goiás, e Eduardo Machado, presidente do PHS nacional

Eduardo Machado diz que só tem a agradecer ao governador Marconi Perillo, do PSDB, “pelo apoio constante e pela amizade”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.