Eduardo Machado aposta que, no segundo turno, Aécio Neves e o PSDB apoiam Marina Silva

O presidente do PHS, Eduardo Machado, espécie de golden boy dos marineiros nacionais — como o deputado Walter Feldman —, está cada vez mais colado na candidata do PSB a presidente da República, Marina Silva. Se esta for eleita, pode virar ministro.

Eduardo Machado aposta suas fichas, todas elas, que, no segundo turno, com o apoio do PSDB de Aécio Neves, Marina Silva vai ser eleita presidente da República. Aécio não vai fazer oposição a socialista, ao contrário do que diz.

O líder do PHS avalia que o escândalo da Petrobrás — do qual só apareceu a ponta do iceberg —  vai ser decisivo no segundo turno. Porque, na etapa seguinte, Marina Silva terá espaço tanto para ser propositiva quanto para explorar os escândalos do governo Dilma Rousseff.

O Petrolão pode ser uma pedra no caminho da candidata petista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.