Eduardo Cunha pode aceitar o esquema da delação premiada? Difícil, mas opção está no seu horizonte

Há quem aposte que, se expurgado da presidência da Câmara dos Deputados, sobretudo se perder o mandato, Edu­ardo Cunha poderá aceitar a delação premiada. Não é sua primeira opção. Ele vai lutar, até quando der, para manter-se no comando do Legislativo — de onde retira forças para enfrentar o petismo e o Ministério Público. Porém, dependendo do desenrolar do quadro, estaria disposto a conversar abertamente com os procuradores e com o juiz Sérgio Moro. Se isto acontecer, cai a República — com as elites política e empresarial sangrando intensamente. Cunha tem gordura para queimar e não vai discutir delação premiada agora. Mas ela está no seu horizonte e cada vez menos distante.

*Leia mais
Eduardo Cunha teme a prisão de sua mulher, a jornalista Cláudia Cruz, ex-Globo, e de sua filha

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.