O empresário bateu de frente com os vereadores Deusmar Japão e Thaís Gomes de Souza

Edison Tavares: trombou com vereadores e deixou o comando do PSL| Foto: Reprodução

O empresário Edison Tavares deixou a presidência do PSL e não deve disputar a Prefeitura de Anápolis em 2020. Ele disse a aliados que “não tem volta”.

Em confronto aberto com os vereadores Deusmar Japão e Thaís Gomes de Souza, Edison Tavares optou por deixar o comando do partido. “Edison Tavares chegou há pouco ao partido e já quer expulsar vereadores. Não dá”, afirma um integrante do PSL. “Ele joga pesado em excesso e não dialoga.”