Dono da Viplan, Wagner Canhedo Filho, é preso em Brasília pela Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu o dono da empresa Viplan, Wagner Canhedo Filho, durante a Operação Patriota na sexta-feira, 22, em Brasília.

Canhedo seria conduzido de maneira coercitiva e, em seguida, seria liberado, porém acabou preso por porte de ilegal de arma. Ação da PF se deu em consonância com a Procuradoria da Fazenda Nacional. A polícia, segundo relato do “Correio Braziliense”, investiga o fato de “os gestores do grupo empresarial” constituírem negócios “de fachada, em nome de ‘testas de ferro’, o que possibilitava movimentar livremente os recursos que deveriam saldar suas dívidas, dentre as quais tributárias, que somam aproximadamente R$ 900 milhões”.

Vinte e nove mandados judiciais foram cumpridos pela PF “contra suspeitos de um esquema de fraude à execução fiscal, lavagem de capitais, formação de quadrilha e falsidade ideológica pelos gestores de um grupo empresarial especializado no ramo de transportes e turismo”, relata o “Correio”.

[Foto de George Gianni, do blog de Ana Maria Campos, do Correio Braziliense]

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.