Diretor de televisão da Globo, Jorge Fernando morre aos 64 anos

O ator e diretor teve “uma parada cardíaca em decorrência de um aneurisma dissecante da aorta completa”

Jorge Fernando, ator e diretor | Foto: Divulgação Globo

O diretor e ator Jorge Fernando morreu no domingo, 27, aos 64 anos, depois de uma parada cardíaca, no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro. “O Hospital Copa Star informa que o paciente Jorge Fernando faleceu na noite deste domingo, após dar entrada no fim da tarde devido a uma parada cardíaca em decorrência de um aneurisma dissecante da aorta completa. Apesar de todos os esforços, não foi possível reverter o quadro. O Hospital se solidariza com a dor dos parentes e amigos”, diz nota divulgada pela unidade hospitalar.

Jorge Fernando esteve internado, em 2016, para se tratar de uma infecção no pâncreas. Em 2017, teve um AVC e ficou internado durante 20 dias.

“Verão 90” foi a última novela dirigida por Jorge Fernando na Globo.

A estreia de Jorge Fernando na televisão foi na série “Ciranda, Cirandinha”, de 1978. O ator faz o papel de Reinaldo, o Rei. Atuou também no espetáculo “Zoológico”, no mesmo ano. Ele também foi diretor. Depois, passou a trabalhar mais como diretor. Dirigiu 34 novelas, minisséries e seriados. “Jogo da Vida”, de Silvio Abreu e Janete Clair, “Rainha da Sucata”, “Vamp” e “A Próxima Vítima” foram dirigidas por Jorge Fernando, na década de 1990. Na década seguinte, dirigiu “Sai de Baixo”, “Alma Gêmea”, “Sete Pecados”, “Ti Ti Ti” e “Eta Mundo Bom!”. A crítica aponta que “Guerra dos Sexos”, de 1983, foi uma de seus melhores trabalhos como diretor.

Como ator, Jorge Fernando era intenso, transformando os papéis. Como ser humano, vivia intensamente.

A Associação Paulista de Críticos de Arte o escolheu como o melhor diretor de 1983.

Repercussão

Gloria Perez, autora de novelas: “Mais um amigo querido indo embora tão cedo! Você vai fazer tanta falta, Jorginho, com sua alegria, seu entusiasmo, seu talento… Sem palavras aqui!”.

Leda Nagle, jornalista: “Luto! Vai deixar enorme saudade”.

Marcelo Adnet, humorista: “Que pena a partida precoce do grande Jorge Fernando. Boom! Lembrarei dele pela simpatia e sua grande energia sempre! Muito carinho e força à [mãe de Fernando] Dona Hilda Rabello”.

Walcyr Carrasco, diretor de novela:  “Meu querido Jorge Fernando morreu!!!! Fizemos lindas novelas juntos como Chocolate com Pimenta, Alma Gêmea e Eta Mundo Bom! Todas grandes sucessos de público porque ele era genial. Vai alegrar o céu Jorginho com seu humor, sua alegria!!!! Adeus adeus! Você vai fazer falta!!!”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.