Depois de um período de certo distanciamento, deputados federais e estaduais aos poucos estão voltando a frequentar o Palácio das Esmeraldas e a comparecer aos eventos do governo, sobretudo do Goiás na Frente. A maioria diz que quem não defender o programa “ficará, como a oposição, para trás”.