Deputado Rafael Gouveia vai sair do PP e é disputado pelo PSD, MDB e União Brasil

Bancado pela Assembleia de Deus, o parlamentar frisa que vai apoiar a reeleição do governador Ronaldo Caiado

O PSD de Vilmar Rocha, o MDB de Daniel Vilela e o União Brasil do governador Ronaldo Caiado estão de olho no passe político do deputado estadual Rafael Gouveia.

O parlamentar foi eleito em 2018, com 23.466 votos, pela Democracia Cristão. Da DC saiu para o partido Progressistas, do qual se tornou presidente em Goiânia. No entanto, em 2021, puxaram-lhe o tapete e entregaram o comando para Joel Santana Braga, secretário da Indústria e Comércio do governo de Goiás e irmão do ex-ministro Alexandre Baldy. Agora, o partido vai para a direção de Benitez Calil, pai do deputado estadual Lucas Calil (PSD).

Rafael Gouveia:  deputado estadual | Foto: Divulgação

O Jornal Opção ouviu Rafael Gouveia na quinta-feira, 7.

“Realmente, devo sair do PP, por divergências de opinião”, sublinha. O deputado enfatiza que discorda de algumas decisões tomadas pela direção do partido (leia-se Alexandre Baldy). Ele deixará o partido em março. “A empresária Ruth Lopes, de Senador Canedo (foi vice na chapa de Divino Lemes, em 2020), sairá comigo e deverá disputar mandato de deputada federal.”

Rafael Gouveia, que tem o apoio da Assembleia de Deus-Ministério Vila Nova (seu pai é o pastor-presidente), é apontado como um candidato consistente e acredita-se que sua votação será maior do que a de 2018, porque, na Assembleia Legislativa, se revelou um articulador político hábil e conquistou novos apoios.

Inquirido se vai apoiar a reeleição do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), Rafael Gouveia disse que “sim”. “Estaremos juntos na campanha”, frisou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.