Deputado aliado de Bolsonaro, do Centrão, é alvo de operação da Polícia Federal

O parlamentar do PL de Valdemar Costa Neto é investigado por supostos desvio de recursos públicos

Na segunda fase da Operação Online, a Polícia Federal investigou na sexta-feira, 8, o deputado federal Sebastião Oliveira, do PL de Pernambuco, integrante do centrão e novo aliado do presidente Jair Bolsonaro. A investigação da PL busca informações e documentos a respeito de desvios de recursos públicos relacionados com obras da BR-101. Mesmo investigado, o parlamentar está negociando cargos no governo de Bolsonaro.

Sebastião Oliveira: deputado federal por Pernambuco | Foto: Câmara dos Deputados

As buscas foram feitas no apartamento funcional do deputado Sebastião Oliveira, em Brasília, e na sua casa, em Recife (PE). Dois ex-funcionários do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) de Pernambuco foram presos. O parlamentar não se manifestou. Ele é ligado ao poderoso chefão do PL, Valdemar Costa Neto.

Segundo a revista “Veja”, “a Operação Outline investiga supostos desvios no Contorno Viário da Região Metropolitana de Recife, trecho da BR-101. O valor do contrato firmado para a execução da obra é de cerca de R$ 190 milhões, e estava sendo transferido, em parte, para o DER do Estado. O deputado Sebastião Oliveira foi ex-secretário de Transportes do Estado. Na primeira fase da Operação, em novembro do ano passado, foram apreendidos documentos e arquivos digitais que levantaram a suspeita sobre a contratação de uma empresa fantasma para a realização da obra. Em relatórios produzidos antes da operação ser deflagrada, o Tribunal de Contas da União de Pernambuco já havia apontado que o trecho da BR-101 estava sendo executada com asfalto de baixa qualidade e pouca durabilidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.