O deputado federal do PMDB prova que, quando lhe interessa, comporta-se como a velha guarda da política brasileira

O deputado federal Daniel Vilela, do PMDB, votou contra a convocação dos gestores da JBS-Friboi para prestar depoimento na CPI do BNDES na quarta-feira, 9. A CPI quer ouvir os irmãos Joesley (o atual mandachuva), Wesley e José Batista Júnior (Júnior Friboi). A JBS é uma das empresas mais favorecidas pelo banco estatal.

Daniel Vilela mostra que, quando lhe interessa, seu comportamento não difere, um milímetro, dos demais políticos. É o novo que está “nascendo” velho.