Daniel Vilela pode ser o grande nome do PMDB para a disputa do governo em 2018

Em tempo de Copa do Mundo de Futebol, não custa lembrar que, quando o técnico da Seleção Brasileira de 1958 disse “você pega a bola e dribla o primeiro beque. Quando chegar o segundo, você dribla também. Aí vai até a linha de fundo, cruza forte para trás, para o Vavá marcar” (o gol), Garrincha, o craque chapliniano, replicou, certeiro: “Tudo bem, [Vicente] Feola, mas o sr. já combinou com os russos?”

Júnior Friboi disse a um deputado federal e a um deputado estadual que é jovem — tem 54 anos — e pode esperar para disputar a eleição para governador em 2018 pelo PMDB. O problema é que falta combinar com os russos, no caso os peemedebistas, notadamente a família Vilela. O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, quer disputar mandato de senador naquele ano. As duas vagas devem ser disputadas pelo peemedebista e pelo governador Marconi Perillo. Mas Maguito pode apostar mais alto e bancar seu filho, o deputado Daniel Vilela, para o governo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.