Daniel Vilela e Pedro Chaves vão dialogar com Michel Temer para renovar o PMDB de Goiás

Retirar Iris Rezende do páreo pode ser o início de uma caminhada para o peemedebismo voltar ao governo do Estado

Daniel Vilela e Michel Temer 1c239eab-5a8c-403a-bd8b-5a00ae28a84b

Os deputados federais Daniel Vilela e Pedro Chaves — em Brasília, diziam Ulysses Guimarães e Tancredo Neves, só manda quem tem mandato — devem conversar com o vice-presidente da República, Michel Temer, chefão do PMDB, pois rejeitam a participação de Iris Rezende na comissão provisória.

Os dois parlamentares [na foto aparecem com Michel Temer] querem fechar uma aliança entre o PMDB nacional e o PMDB goiano. O próprio Michel Temer está cansando de receber más notícias do peemedebismo regional: cinco derrotas para governador consecutivas, nenhum senador e apenas dois deputados federais.

Pedro Chaves Friboi-Michel-Temer-e-Pedro-Chaves

Daniel Vilela e Pedro Chaves querem contrapartida de Michel Temer. Eles apoiam o governo federal, sobretudo as ações do vice-presidente, e, agora, querem saber se, de fato, o político de São Paulo vai ficar com eles, a renovação, ou com Iris Rezende, o campeão em derrotas eleitorais.

Se depender de Michel Temer, o PMDB de Goiás vai se renovar e, para tanto, vai caminhar com líderes que sejam de fato vencedores e não políticos que, de tanto perder, se apaixonaram pela “arte do derrotismo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.