Daniel Vilela e Antônio Gomide abrem diálogo entre MDB e PT. Mas petismo deve lançar candidata

Antônio Gomide e Daniel Vilela: os dois políticos reabriram o diálogo

Com a saída do PT do radar de uma eventual coligação para a sucessão estadual, o MDB pode repetir 2006, quando Maguito Vilela foi candidato a governador e não fechou aliança com nenhuma força partidária. Acabou perdendo a eleição.

O pré-candidato a governador pelo MDB, Daniel Vilela, mantém diálogo com Antônio Gomide, que quer ser seu vice ou candidato a senador. O problema é que Kátia Maria, presidente do PT, está empolgada e quer ser candidata a governadora de Goiás.

Os petistas sugerem que terão de organizar um palanque para seu candidato a presidente, Fernando Haddad, em Goiás. Só retoricamente, para consumo público, o PT ainda acredita na possibilidade de que Lula da  Silva pode ser candidato a presidente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.