Crítica do feminismo, Thaís Azevedo é expulsa da UFG. Veja vídeo

A polêmica Thaís Azevedo e o advogado Giuliano Miotto denunciam intolerância

Thaís Azevedo, convidada, foi à Universidade Federal de Goiás fazer uma palestra crítica ao feminismo. Acabou expulsa. O advogado Giuliano Miotto, presidente do instituto Liberdade e Justiça, escreveu no Facebook: “Selvageria total na Faculdade de Direito da UFG hoje [segunda-feira, 5]. Fomos agredidos verbalmente, ameaçados e tivemos que ser escoltados por um cordão humano e pela segurança da UFG. Vergonha. Triste saber que ainda temos que pagar para um bando de fascistas intolerantes estudarem. E olha que foi na Faculdade de Direito. Isso não vai nos calar. Apenas nos deu mais vontade de lutar contra coletivistas e socialistas de toda espécie. Vocês conseguiram nos expulsar pela força bruta e pelas armas. Mas nós vencemos no campo das ideias”.

22 Comment threads
14 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
28 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Nayara Cristina

Convidada por quem?

Letticiae

Também gostaria de saber quem convidou e quem custeou esse ‘evento’

Jean Gabriel Marques Rodrigues

de tudo que aconteceu, vc ta preocupada com quem convidou?

Angélica

a reportagem apurou o fato ou levou em conta apenas o depoimento dessa pessoa que tem credibilidade zero?

anny

Campo das ideias? kkkk
Você não foi expulsa por ser mulher, mas sim por ser uma pessoa sem base alguma que dissemina a cultura do ódio.

Marco

Argumento fraco e podre! E por acaso os monstros vagabundos que gritaram selvagemente contra ela tem alguma base?! E desde quando tudo que contradiz a demência feminista é disseminação de “cultura de ódio”? Perguntas difíceis!!

Maciel G carvallho

Foi expulsa por pensar diferente. Esses que expulsaram a moça são os mesmo que pregam respeito a plurlidade, são os mesmo que se dizem oprimidos, mas que na verdade faz do discurso um meio para agredir e oprimir.

Laísa

Ter opinião contrária ao movimento feminista é cultura de ódio agora? Isso dá cabimento pra uma pessoa ser EXPULSA de um ambiente universitário? Feministas só toleram aquelas que concordam com o movimento, o resto não tem espaço nenhum pra elas.

Rich

Ahhh ela “dissemina a cultura de ódio” e a cultura de vocês é de amor… com chutes, tapas e gritos.
Conta outra!

Priscila Martins

As feministas e demais estudantes da UFG têm o direito a refutar essa narrativa, incluve neste jornal. Que o jornalismo deste espaço se mostre sério e busque outras narrativas do ocorrido, que tb têm vídeos para comprovar. Façam um jornalismo respeitável e um pouco menos parcial ao menos.

Maciel G carvallho

Parabéns para moça isso só mostra que o que ela diz é VERDADE !! FEMINISTAS=RETROCESSO.

Maciel G carvallho

Você tem total direito de questionar. Só não obrigue o jornal a escrever o que você quer ouvir.

Maciel G carvallho

Parabéns Thais terá mais argumentos para embasar ao seu discurso.

Vitor Antonio

Infelizmente as Universidades do Brasil estão tomadas por ideologias facínoras, comunistas e criminosas. Feminismo é só um movimento revolucionário que tenta a todo custo colocar seus objetivos maléficos no mundo. Quem diz que o feminismo defende as mulheres é um mentiroso sociopata. Defende as mulheres que pensam como elas, mas não as que pensam ao contrário ou que são religiosas. Quem necessita de uma ideologia criminosa para alcançar seus objetivos, não passa de um coitado e despreparado intelectualmente. De democrático essa gente não tem nada. Também tendo 3 sistemas totalitários nas costas não é fácil sair dessa mentalidade doentia.

Soraia

Feminismo é um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres e que existe desde o século XIX. Aprenda o que é o feminismo, acredito que muitos não saibam inclusive a Thais, o feminismo não impõe a supremacia e sim a igualdade, ela deveria agradecer o feminismo, graças a ele, ela pode expor as idéias dela, caso o contrário ela estaria dentro de casa lavando roupas. Não que seja ruim lavar roupas, mas para você entender.

Roso

Bom pra ela, espero que persiga na forma da lei justiça contra esses estudantes intolerantes e os “professores” covardes que os suportam. Universidades existem para debater idéias.

Charles

Movimento feminista mostra sua cara podre e hipócrita. Agridem a uma mulher só por que ela não concorda com sua ideologia. Dizem lutar pela liberdade de expressão e contra o discurso do ódio; mas praticam a censura, o ódio e a violência contra quem ousa discordar. Se o conteúdo da palestra dela é contra seu movimento, por que não ouvir seus argumentos e fazer, respeitosamente, ao final, o seus questionamentos? Por que não contra-argumentar? Por que preferem a censura? Ao impedí-la de falar vocês apenas endossam o que ela diz sobre o movimento. O pior é a canalhice autoritária da… Leia mais

Guilherme

Movimento Feminista já foi de suma importância, mas hoje é isso aí que se viu, um dos símbolos do vitimismo raivoso e dos discursos do “se os fatos me contradizem, pior para os fatos” e do “aos amigos a voz e a exaltação, aos dissonantes, a mordaça”.

Leonardo

kkkkkkk….essa retardada tem que decidir se ela é anti feminista, ou feminista, porque se ela é anti-feminista mesmo, não sei porque ela está reclamando de ser calada por um homem, afinal qualquer pessoa machista apoia é isso mesmo, que o homem fale, e a mulher se cale…burra!

Caio

Feministas atacam mulher aHUEAHUEHUA

Existe algo mais contraditório que o feminismo?

Caio

Está chegando o dia em que teremos que lutar por liberdade de expressão.

Paula

Feminismo é um lixo!

Dalsin

Tão vendo aí a serventia q tem as universidades hj em dia? Servem apenas de criadouro de novos rebanhos de idiotas úteis. Os caras são fascistas e xingam os outros de fascistas, tem somente ódio no coração e dizem q são os outros q espalham cultura de ódio, são intolerantes com os q pensam diferente e chamam os outros de intolerantes. Essa gente já parou de usar o cérebro há mto tempo!

Gustavo

Parabéns aos estudantes da UFG que botaram essas tralhas pra correr!

Enderson

Essa Thais Azevedo se diz antifeminista, mas quer discursar igual homem, debater igual homem é tb deve querer ganhar igual homem. Acho q tb quer votar e tb quer q o Estado brasileiro respeite-a como cidadã livre! Uai será q se ela fosse morar no Afeganistão ela teria o direito de ao menos defender suas ideias? Tá fácil ganhar ibope em cima dos outros! Quer ser antifeminista vai morar no Iraque, Afeganistão lá feminismo é crime! Duvido q dura uma semana sendo mulher lá! É muita marmota nesse Brasil!

Rafael

Que comentário burro, mal escrito e sem sentido!! Um idiota mostrando que é idiota mesmo!! Vai estudar rapaz..

Rafael

Ela é livre e quer discurssar como qualquer ser humano amigo e não como homem! Se não gostaram do que ela disse poderiam ter ido embora ou contra argumentar! Mas não o que esses comunistas fazem quando tem alguém que pensa diferente deles? Quando teve uma manifestação de esquerda pacífica? Tudo vigarista!

Daniel

Como disse o Caetano Veloso, “não…”.

Alexandre

Vejo vários homens falando de movimento feminista, criticando-o, seria o motivos os seus privilégios perante a sociedade? Não vamos falar da boca pra fora que o feminismo tenta colocar ideias inférteis a sociedade, muitas dessas idéias beneficiaram milhares de pessoas, Além do fato de outras milhares de pessoas morrerem dia-a-dia vítima de discriminação de gênero. De fato, todos os atos de intolerância são ruins mas não vamos utilizar a boca pra criritar sendo que nós homens somos os principais opressores! Acredito ja coerência de ver os dois lados da moeda, será que esse foi o único motivo pra ela ser… Leia mais

Daniel

Não, nós homens não somos os principais opressores, inclusive desconfio até que você esteja se passando por um, pois eu não oprimo ninguém é nem admito que me oprimem com textos que me incluam nesse tipo de atitude. Fale por você, pois é esse tipo de representatividade que só ferra com a sociedade.

André

se tivesse talvez poderia debater, haha! Se na conservadora Faculdade de Direito foi assim, imagina no resto da universidade…

Aline

que coisa horrorosa…não ouvi o que vc estava dizendo na palestra, mas agressões em hipótese alguma…respeito sempre!

Eva

Esta moça se diz anti-feminista, tem posturas machistas e defende o machismo, usa jargão nas palestras, não usa argumentos e não aceita debates…
Vejam a maioria dos comentários aqui que a defendem!! São a grande maioria homens.

Daniel

Não concordo com muita coisa que a Thais fala, mesmo assim gosto dela e defendo a liberdade de expressão! Sou gay, mas sou contra a caracterização da violência, não existe igualdade na diversidade, este é o grande paradoxo, restando apenas os posicionamentos mal pautados, pois não há como chegar a uma conclusão satisfatória a não ser a tolerância e a valorização da diversidade.

Jerry

Vocês da direita reacionária e fascista não vencerão no campo das ideias,porque suas ideias são mortas.

Soraia

Feminismo é um movimento social e político que tem como objetivo conquistar o acesso a direitos iguais entre homens e mulheres e que existe desde o século XIX. Aprenda o que é o feminismo, acredito que muitos não saibam inclusive a Thais, o feminismo não impõe a supremacia e sim a igualdade, ela deveria agradecer o feminismo, graças a ele, ela pode expor as idéias dela, caso o contrário ela estaria dentro de casa lavando roupas. Não que seja ruim lavar roupas, mas para você entender.