Cristovam Buarque vai para o PPS e sugere que o PDT é cúmplice das bandalheiras do PT

O senador é cotado para disputar o governo do Distrito Federal em 2018

Em discurso na tribuna do Senado, senador Cristovam Buarque (PDT-DF)

Senador Cristovam Buarque vai para o PPS

senador Cristovam Buarque, do Distrito Federal, surpreende e declara que vai trocar o PDT pelo PPS. Que ele ia sair do partido criado por Leonel Brizola — mas hoje desvirtuado da visão trabalhista do líder gaúcho —, até as cadeiras do Senado sabiam. Mas acreditava-se que iria se filiar ao PSB. Decisivo para o ex-governador do DF era ficar num partido de esquerda e, sobretudo, que esteja na oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff. O PPS é presidido por Roberto Freire, deputado federal por São Paulo, mas de origem pernambucana, como Cristovam Buaque. Os dois são amigos de longa data.

Ao noticiar que iria mudar de partido, Cristovam Buarque frisou que não pode mais ficar no PDT, partido que, de alguma maneira, é cúmplice das bandalheiras do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.