Congresso de oftalmologistas debate problemas oculares

Entre os temas, os especialistas vão discutir a Blefarite, uma inflamação nas bordas das pálpebras que gera coceira, vermelhidão

Roberto Murillo Limongi: presidente da Sociedade Centro-Oeste de Oftalmologia

Em boa parte do ano, Goiânia apresenta altas temperaturas e índices de umidade bem abaixo do considerado ideal pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O tempo seco favorece o surgimento de vários transtornos na saúde. De acordo com o presidente da Sociedade Centro-Oeste de Oftalmologia (SOCEO), Roberto Murillo Limongi, o ar seco, o uso excessivo de ar condicionado, aumento da poluição e poeira são alguns fatores que podem provocar o surgimento da Blefarite, uma inflamação nas bordas das pálpebras que gera remelas, crostas e outros sintomas como vermelhidão, coceira e a sensação de ter um cisco no olho.

Para debater esse e outros assuntos, nos dias 27 (sexta-feira) e 28 de outubro (sábado), no Castro’s Park Hotel, em Goiânia, acontece a 13ª edição do Congresso Centro-Oeste de Oftalmologia. Com uma programação científica contemporânea, composta por temas englobando todas as áreas da Oftalmologia, o evento contará com a presença de renomados convidados nacionais e internacionais. De acordo com a comissão organizadora, a expectativa de público para o evento é de 500 congressistas.

Lista de alguns participantes do Congresso de Oftalmologia

Allan Pieroni — de São Paulo

Augusto Paranhos Jr. — de Goiânia

Cristiano Caixeta — de São Paulo

Durval de Carvalho

Eliana Forno — de São Paulo

Fernando Trindade — de Minas Gerais

Francisco Lima

Homero Gusmão de Almeida — presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO)

Jeremiah Tao, da Universidade da Califórnia

José Beniz

Lauro Augusto de Oliveira — de São Paulo

Leopoldo Magacho

Marcony Santiago — do Rio de Janeiro

Marcos Ávila — do Centro de Referência em Oftalmologia da UFG (Cerof), apresentará palestra sobre retina

Roberto Murillo Limongi — presidente da Sociedade Centro-Oeste de Oftalmologia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.