Com chapa fraca para deputado federal, Iris Araújo corre o risco de perder eleição

A emedebista tende a ser bem votada, mas pode ficar fora da Câmara dos Deputados

Iris Araújo | Foto: Alexandre Parrode/Jornal Opção

Pré-candidata a deputada federal, Iris Araújo pressiona o pré-candidato a governador pelo MDB, Daniel Vilela, dia e noite. Ela exige que o presidente do partido encontre candidatos a deputado federal consistentes. Ela teme ter uma excelente votação, tanto em Goiânia quanto em Aparecida de Goiânia, mas não ser eleita, por falta de quociente eleitoral.

Daniel Vilela tem procurado candidatos, mas não está nada fácil. O ex-prefeito de Jataí Humberto Machado teria aceitado ir para o “sacrifício”, quer dizer, ser candidato unicamente para ajudar a eleger Iris Araújo. Porém, se demonstra entusiasmo de manhã, manifesta-se desanimado à tarde. Ricardo Dourado não fechou com Daniel Vilela e filiou-se ao PSL do delegado Waldir Soares.

Bernardo Sayão, do Entorno de Brasília, mantém a candidatura. Mas não é, segundo os aliados de Iris Araújo, um político eleitoralmente consistente.

Há quem avalie que será preciso lançar o deputado estadual Paulo Cezar Martins a deputado federal. Mas o parlamentar não quer nem saber. Ele é pule de dez para a Assembleia Legislativa e não vai trocar o certo pelo duvidoso.

Deixe um comentário

O eleitor já está cansado de ouvir a ladainha da receita de frango com pequi da otagenária. Xega nê?!