Cláudio Meirelles, ao se aposentar no Fisco, pode ter desistido do TCM

Parlamentar atuante, oposicionista radical, a tendência é que permaneça na Assembleia Legislativa de Goiás

Funcionário concursado da Secretaria de Economia, o deputado estadual Cláudio Meirelles requereu aposentadoria.

Ao pedir a aposentadoria, Cláudio Meirelles, do PTC, estaria sugerindo que desistiu de ocupar uma vaga no Tribunal de Contas dos Municípios.

Cláudio Meirelles:  o deputado pode ter perdido vaga no TCM para Humberto Aidar | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Por que a desistência? Porque há um consenso de que, se o conselheiro Nilo Resende, do TCM, optar pela retirada – frise-se que ainda não se manifestou pela aposentadoria –, a maioria dos deputados estaduais deve indicar o deputado Humberto Aidar para o cargo.

Humberto Aidar não tem arestas e resistências. Deputados e o governador Ronaldo Caiado (DEM) o apoiariam com tranquilidade. Diferentemente de Cláudio Meirelles, o parlamentar do MDB não pressiona, e não põe a “faca” no pescoço de ninguém.

Comenta-se, entre os aliados, que Cláudio Meirelles está preparando as bases político-eleitorais para a disputa de mandato de deputado federal em 2022.  Ele também está se reaproximando do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e está se aproximando do MDB de Daniel Vilela. Ele não sobe mais no palanque do governador de Goiás, Ronaldo Caiado. É o que tem dito àqueles que o apoiam.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.