Chapão do PP prejudicou, e muito, candidatos da proporcional

Roberto Balestra: nem ele conseguirá tirar o PP do chapão | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Roberto Balestra: nem ele conseguirá tirar o PP do chapão | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O ex-prefeito de Inhumas, Abelardo Vaz (PP), não foi o único a desanimar na última hora, entre outras causas, devido ao chapão. É certo que Gilda Naves, de Silvânia; e Pedro Canedo, de Anápolis, também. Roberto Balestra tenta reverter o quadro. Para membros de outros partidos da base, a tentativa é apenas para “inglês ver”. Um aliado do governador diz: “Se o José Eliton, que é presidente do partido e vice-governador, não consegue…”.

Cilene Guimarães, do PP de Jataí, também desistiu, mas por outro motivo: Jataí tem candidatos demais. São pelo menos quatro. “Com tantos candidatos, havia o risco de não eleger nenhum. Mas, se continuasse, o chapão me preocuparia”, afirma. Fora isso, Cilene foi convidada por Marconi Perillo para assumir a Secretaria de Articulação Política no lugar de Sérgio Cardoso, que deixou o cargo para participar da campanha do governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.