As principais apostas são Célio Silveira, Márcio Corrêa, Felipe Cecílio, Ismael Alexandrino, Zé Mário Schreiner e Mateus Ribeiro

 

O presidente do MDB, Daniel Vilela, se impôs uma missão: eleger uma bancada de deputados federais. O partido está organizando um verdadeiro exército para eleger no mínimo três deputados federais.

Dos listados a seguir, alguns também aparecem na listagem do União Brasil, o que é normal, pois alguns políticos ainda não decidiram em qual partido irão se filiar e vão aguardar até a data-limite — 2 de abril. Os políticos querem avaliar a formatação da chapa para saber se é possível se elegerem por ela. Então, alguns podem se filiar ao MDB ou então optarem pelo União Brasil.

1
Célio Silveira
Célio Silveira, deputado federal  | Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Filiado ao PSDB, no qual não ficará, é cotado para se filiar ao MDB (mais) e ao União Brasil. Irá para o partido que facilitar sua reeleição.

2
Dante do Vôlei
Dante do Vôlei | Foto: divulgação

Político de Itumbiara, foi uma das maiores estrela do vôlei no país.

3
Felipe Cecílio

Membro da família de Jamel Cecílio e do senador Mauro Miranda (de quem é neto), é apontado como um político moderno (vai fazer uma campanha mais acentuada nas redes sociais). Pode surpreender: tendo muito voto ou tendo pouco voto.

4
Ismael Alexandrino
Ismael Alexandrino: médico | Foto: Divulgação

O secretário da Saúde do governo do Estado de Goiás é cotado para se filiar ao MDB (mais) e ao União Brasil.

5

José Mário Schreiner

José Mário Schreiner: deputado federal | Foto: Divulgação

O deputado federal e produtor rural é tido como quase certo no MDB. Mas também pode ficar no União Brasil.

6
Márcio Corrêa
Márcio Corrêa: dentista e empresário | Foto: Divulgação

Político e empresário de Anápolis, é uma das principais apostas — senão a principal — do MDB na disputa deste ano.

7
Matheus Ribeiro
Matheus Ribeiro: ex-apresentador da TV Anhanguera e da TV Record | Foto: Reprodução

O jornalista, que trabalhou na TV Anhanguera (e chegou a apresentar o “Jornal Nacional”) e na TV Record, foi sondado pelo Podemos. Mas teria fechado com Daniel Vilela. Pode ser uma das surpresas positivas do pleito deste ano. É popular nas redes sociais.