Célio Silveira diz que problema pessoal impediu sua ida para a Secretaria de Segurança Pública

O deputado federal sente-se honrado com o convite, mas afirma que precisa cuidar de sua mãe, que mora em Luziânia e não quer mudar para Goiânia

Célio Silveira: se escolhido para a SSP, ficará evidenciado que o governo teve sensibilidade e atendeu os clamores dos moradores do Entorno do DF

Célio Silveira: o médico e deputado federal prefere ficar em Brasília

O deputado federal e médico Célio Silveira (PSDB) disse ao Jornal Opção na sexta-feira, 9, que, embora sinta-se honrado com o convite do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), não vai assumir a Secretaria de Segurança Pública.

“A SSP está bem estruturada e terá inaugurações para fazer em 2017. José Eliton fez um bom trabalho, inclusive elevando a estima dos policiais civis e militares, e ganhou a respeitabilidade da sociedade. Mas tenho problemas pessoais incontornáveis. Minha mãe tem 84 anos, mora em Luziânia e precisa dos meus cuidados pessoais. Todos os dias, depois das sessões em Brasília, na Câmara dos Deputados, volto para Luziânia para cuidar dela, que, acrescente-se, não quer mudar para Goiânia.”

Célio Silveira afirma que tem certeza que o governador Marconi Perillo, com a casa enxuta, fará uma gestão de primeira linha entre 2017 e 2018.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.