Célia Valadão é alternativa do MDB para vice-prefeita de Goiânia

Forte liderança no meio católico, a política tem experiência como parlamentar e como gestora

Fala-se muito em candidatos homens, como se as mulheres fossem eternas coadjuvantes. Mas no MDB de Goiânia não é bem assim. Há quem aposte que Célia Valadão é uma alternativa consistente para a disputa a uma vaga de vice para prefeitura da capital — como um nome da renovação política.

Depois de Iris Araújo, que foi senadora e deputada federal, Célia Valadão, que foi vereadora por dois mandatos e exerceu cargo de gestora na Prefeitura de Goiânia, é apontada como a segunda maior liderança feminina do MDB em Goiás.

Célia Valadão ao lado do prefeito Iris Rezende, de Gracinha Caiado e do governador Ronaldo Caiado | Foto: Divulgação

Por sua forte presença na Igreja Católica, notadamente em Campinas, Célio Valadão, se candidata, pode emprestar um equilíbrio de forças à campanha — considerando que o pré-candidato do PSD a prefeito, Francisco Júnior, ligado à Renovação Carismática, também tem forte presença no campo católico.

Como secretária de Assistência Social, Célia Valadão deixou um forte legado em Goiânia

Além da perfeita sintonia com o prefeito Iris Rezende, Célia Valadão mantém relacionamento político positivo com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado. O gestor estadual inclusive chegou a convidá-la a se filiar ao Democratas. Mas a líder optou por voltar para o MDB, partido no qual construiu sua história.

Pelo fato de ser mulher, o fundo partidário seria mais elevado.

Fala-se muito em “alternativas” político-eleitorais a Iris Rezende e a Maguito Vilela — duas figuras tradicionais do MDB —, mas não se pode esquecer que opções para compor a chapa majoritária na vaga de vice também podem estar no próprio MDB, como é o caso de Célia Valadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.