Celg GP e Construtora Villela Carvalho criam empresa para produzir energia fotovoltaica em Goiás

O grupo de Brasília vai dirigir a SPE. A Kyocera Brasil, fornecedor japonês de placas para a produção de energia solar, enviará seu presidente

A Celg GP e a Construtora Villela Carvalho (dirigida por Eduardo Vilela), de Brasília, assinam na quinta-feira, às 16 horas, no Salão Verde do Palácio das Esmeraldas, em Goiânia, a constituição de uma sociedade de propósitos específicos — uma sociedade anônima — com a finalidade de construir usinas fotovoltaicas. A Celg terá 49% das ações e a empresa privada, que assumirá a gestão, terá 51% da empresa Planalto Solar Park. A usina vai funcionar na subestação Planalto, nas proximidades de Morrinhos.

Goiás participa de outras seis SPEs, mas a Planalto é a primeira para a produção de energia fotovoltaica. A Celg GP pretende produzir pelo menos 30 megawatts de energia, em um ano e meio, com cinco SPEs diferentes.

Um fornecedor das placas para gerar energia solar, a empresa japonesa Kyocera Brasil (que atua no México e nos Estados Unidos), enviará seu presidente no país.

Estarão presentes no ato de constituição da empresa os dirigentes da Construtora Villela Carvalho, o governador de Goiás, Marconi Perillo, o próximo secretário da Fazenda, Fernando Navarrete, que deixa o comando da Celg nesta semana, e o presidente da Kyocera Brasil. O próximo presidente da Celg GP, Bráulio Morais, não participará do evento porque está viajando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.