Carrefour define compra do Grupo Big por 7 bilhões de reais

O Cade vai avaliar a legalidade da operação no dia 25 de maio. A tendência é que o negócio seja aprovado

Os acionistas do Carrefour Brasil — uma das maiores redes de supermercados do país — aprovaram a compra do Grupo Big na quinta-feira, 19, por mais de 7 bilhões de reais. O negócio havia sido anunciado em março deste ano, só foi fechado agora.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vai analisar a transação no dia 25 de maio. O que se vai verificar é se há alguma jogada “monopolista” ou “cartel”. Mas o mercado sugere que o negócio será aprovado.

Com a aquisição da rede Big de supermercados, o Carrefour vai entrar firme no Nordeste e no Sul do país.

Big Brasil: agora sob o comando do Carrefour | Foto: Reprodução

O Big atua em Goiânia, com um hipermercado (adquirido do Wal-Mart), nas proximidades do shopping Flamboyant e praticamente em frente de uma unidade do Carrefour (uma das mais antigas e bem-sucedidas do país). Pode ser transformada em atacarejo? É uma hipótese, mas os compradores ainda não falaram sobre o assunto.

No momento, os supermercados tradicionais enfrentam uma forte concorrência dos supermercados que são atacarejos (vende no varejo e também no atacado, o que, às vezes, reduz os preços de determinados produtos). Recentemente, o Extra decidiu fechar as portas, abrindo espaço para o Assaí, do grupo francês Casino. O Assaí é apontado como o principal rival do Carrefour no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.