Carlos Antônio admite que vai disputar a Prefeitura de Anápolis pelo PSDB

O deputado estadual ganha o apoio do partido, do governador Marconi Perillo e do deputado federal Alexandre Baldy

Carlos Antônio e Marconi Perillo x3afeb30cb641a682d964da4062450950.jpg.pagespeed.ic.HGV6liZ-rP

Divulgação

Apontado por seus aliados e até pelos adversários como “franco favorito” para a disputa da Prefeitura de Anápolis na eleição de 2 de outubro deste ano, o deputado Carlos Antônio era visto inicialmente como uma espécie de cavalo paraguaio do meio político.

Dizia-se que sairia na frente, dada sua imensa popularidade, mas desidrataria durante a campanha, por falta de estrutura política e financeira. A estrutura do Solidariedade em Anápolis é quase nenhuma, quer dizer, resume-se ao parlamentar. Mas agora, ao se filiar ao PSDB — na sexta-feira, 18 —, o jovem líder político ganha a estrutura política do partido e o apoio do governador Marconi Perillo e do deputado federal Alexandre Baldy. E terá a estrutura financeira adequada para a disputa da Prefeitura de Anápolis.

Outra questão importante: o PSDB deixa de ser seu adversário. A possibilidade de a eleição ser definida no primeiro turno — com a vitória para o prefeito João Gomes, do PT, ou para Carlos Antônio, do PSDB — torna-se plenamente possível. Os demais candidatos vão fazer figuração.

O governador Marconi Perillo, do PSDB, vai se empenhar para eleger Carlos Antônio. O projeto tucano é obter o controle de pelo menos uma das prefeituras das três cidades — Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis — com maior eleitorado do Estado.

Ouvido pelo Jornal Opção na quinta-feira, 17, Carlos Antônio admitiu que vai trocar o Solidariedade pelo PSDB. “Só depende agora de uma conversa com meus companheiros do Solidariedade.” O diálogo ocorrerá na quinta-feira, 17.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.