Capes aprova o primeiro doutorado em Direito do Centro-Oeste. Será na UFG

O doutorado será na área de Direito Agrário. Primeira seleção deve ser este ano ou no começo de 2021

Maria Cristina Vidotte Blanco Tárrega, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Direito Agrário | Foto: Facebook

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou na quinta-feira, 21, o primeiro doutorado em Direito numa instituição de ensino superior do Estado de Goiás. A proposta da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG) foi aprovada com nota 4. O doutorado será em Direito Agrário. Será o primeiro do Centro-Oeste. Mestres da UFG afirmam que se trata de “uma excelente notícia para o enfrentamento da violência no campo e das questões agrárias em Goiás”.

Ao ser aprovada, a proposta de Goiás ganhou um parecer elogioso. A Capes sublinhou “a coerência e a estrutura da proposta”, destacando “a sua preocupação em encampar questões relacionadas às comunidades tradicionais rurais, às populações quilombolas e indígenas, o que constitui a marca distintiva e original da proposta”.

Bartira Macedo, diretora da Faculdade de Direito da UFG | Foto: Divulgação

O parecer da Capes destacou que o corpo docente é “maduro” — competente e experimentado — e conta com “produção de alta qualidade, ultrapassando em muito as exigências mínimas da área”.

A diretora da Faculdade de Direito, Bartira Macedo de Miranda, elogiou o Programa de Pós-Graduação em Direito Agrário, notadamente sua coordenadora, a professora Maria Cristina Vidotte Blanco Tárrega, pela conquista — que é um marco na história do Direito em Goiás.

A primeira seleção tende a ocorrer já em 2020 ou no início de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.