Caos na Celg é tão grande que a companhia não consegue atender nem mesmo os bairros das classes média e alta

Na quarta-feira, 16, às 3 horas da madrugada, um motorista bateu seu veículo num poste nas imediações do Housing Flamboyant e do condomínio Jardins. O poste caiu.

Os funcionários do Housing ligaram para a Celg e receberam a informação de que os técnicos só trabalham no horário “comercial”.

Depois de novas ligações, os funcionários da Celg informaram que técnicos estavam a caminho. Na verdade, os moradores dos bairros vizinhos só voltaram a ter energia elétrica em suas casas depois do meio-dia de quarta-feira. Repare: se o problema está acontecendo nos bairros dos ricos, imagine o que está acontecendo nos nas vilas dos pobres…

Detalhe: na mesma rua, outro motorista, aparentemente bêbado, arrebentou um ponto de ônibus, em 1º de maio 2013, há quase um ano. Até agora, não colocaram outro ponto no lugar. As pessoas sofrem com a chuva intensa e com o sol inclemente.

Até quando aqueles que destroem o patrimônio público vão continuar impunes e sem pagar, financeiramente, pelos prejuízos?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.