Caoa Chery fecha fábrica em São Paulo e vai ampliar produção em Anápolis

A empresa garante que vai “eletrificar todos os modelos de seu portfólio até o final de 2023”. Sindicato critica 485 demissões

Veículo da Caoa Chery, em Anápolis | Foto: Reprodução

A Caoa Chery anunciou o fechamento da fábrica de Jacareí, em São Paulo, e a demissão da maioria dos funcionários (485 dos 627 trabalhadores). Apesar da desconfiança do Sindicato da categoria, a empresa garante que vai readaptar a unidade para a produção de automóveis elétricos e híbridos a partir de 2025. Os sindicalistas temem que o fechamento seja definitivo.

O suv Tiggo 3x (mas os outros modelos do Tiggo) sairá de linha e a Caoa vai importar o sedã Arrio 6.

De acordo com reportagem de Cleide Silva, do “Estadão”, “o grupo pretende ampliar a produção da unidade de Anápolis (GO), onde são produzidos os suvs Tiggo 5x, Tiggo 7x e Tiggo 8x”. A Caoa informa que “vai eletrificar todos os modelos de suas marcas até o final de 2023”.

Fábrica da Caoa Chery em Anápolis: produção será ampliada | Foto: Reprodução

Nota da Caoa informa: “A empresa está atenta às demandas globais em relação à mobilidade sustentável e assume o compromisso com o Brasil e seus consumidores de eletrificar todos os modelos de seu portfólio até o final de 2023”.

A fábrica de Jacareí será adaptada no estilo da de Anápolis, “que já tem capacidade para produzir veículos híbridos”. Segundo “O Estado de S. Paulo”, “a tecnologia deve ser adotada em um modelo a ser lançado” em 2022.

A Caoa Chery planeja investir 1,5 bilhão de reais entre 2021 e 2025 para modernizar seus veículos. O foco será a produção dos chamados “veículos verdes” no Brasil, quer dizer, automóveis não poluentes.

Outras empresas chinesas estão chegando ao mercado brasileiro. Na fábrica de Iracemápolis, em São Paulo, a chinesa Great Wall vai produzir carros elétricos. A BYD, também chinesa, está produzindo ônibus elétricos, em Campinas (SP), e pretende importar automóveis elétricos para comercializá-los no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.