Caiado passa R$ 400 milhões em áreas para Codego gerar empregos no Daia

“Governo de Goiás mantém ritmo acelerado para bater o recorde de instalação de empresas”, diz presidente da companhia, que recebeu 87 alqueires de terreno nobre

O governador Ronaldo Caiado assinou o decreto 9.662, publicado na edição do Diário Oficial do Estado de quinta-feira, 14, transferindo a Plataforma Logística de Anápolis para a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego). “É mais uma comprovação de que a gestão está a todo vapor”, diz o presidente da Codego, Marcos Cabral.

O documento foi agilizado na Casa Civil pelo secretário Alan Tavares, que estava com Marcos Cabral quando o decreto recebeu a chancela de Ronaldo Caiado para liberação da Plataforma Logística, chamada de espinha de peixe por causa do formato. O novo equipamento público é a soma de duas glebas ao lado do Distrito Agroindustrial, com mais de 87 alqueires (cada alqueire tem 48 mil metros quadrados).

Marcos Cabral, presidente da Codego, Lincoln Tejota, vice-governador, e Ronaldo Caiado, governador de Goiás | Foto: Divulgação

“Anápolis ganha, além das novas indústrias, a expansão do Daia por intermédio da área que a Codego está agregando”, comemora o diretor administrativo da companhia, Carlos Toledo, o Cacai. O diretor se refere às cinco empresas que na terça-feira, 12, assinaram contrato para começar a construir sede no Daia e vão gerar 1.500 empregos.

No mesmo dia, foi oficializada a transferência de área para a farmacêutica Geolab fazer sua terceira expansão. Marcos Cabral agradeceu a cinco anapolinos (Ronaldo Caiado, o prefeito Roberto Nave, seu vice, Márcio Cândido, o deputado estadual Amilton Filho e o diretor Carlos Toledo) e à primeira-dama Gracinha Caiado. “O governador está atendendo a uma reivindicação antiga dos empresários e seus representantes da Acia, Sindifargo e, mais recentemente, Rotary Daia, Adial e a associação de empreendedores do distrito.”

Na sexta-feira, 15, Marcos Cabral vai convocar reunião da assembleia da Codego para integrar à companhia o novo capital: o terreno foi avaliado pela Secretaria de Administração em R$ 400 milhões e 212 mil. O próximo passo é fazer chamamento público, para as empresas interessadas concorrerem às áreas. Cabral conta que são “muitas, de diversos lugares”.

“O governador Ronaldo Caiado vai bater todos os recordes de implantação de empresas”, garante Marcos Cabral. “Contando só o que Caiado fez e fazendo pelo Daia, em dezembro de 2019 ele sancionou a lei e passou à Codego o Daia 2, agora a Plataforma Logística e mais três glebas estão em tramitação. Temos estrutura para gerar os empregos e a renda que o povo goiano merece.”

O governo de Goiás, via Codego, está recuperando todos os distritos, agora chamados de Condomínios de Desenvolvimento Econômico. Atualmente, o governador Ronaldo Caiado está implantando os polos industriais nas antes esquecidas regiões Norte (em Santa Terezinha e São Luiz), Nordeste (Cavalcante), Entorno de Brasília (Santo Antônio do Descoberto), Vale do Araguaia (Nova Crixás) e Oeste (Americano do Brasil).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.