Bruno do Posto planeja derrotar o favoritaço Délio Junior em Hidrolância

Se o prefeito Paulinho Rezende apostar contra o candidato do DEM, aí Bruno do Posto passa a ter alguma chance

Paulinho Rezende, prefeito de Hidrolândia: se parar na cidade passa a ter mais peso eleitoral | Reprodução

Por ter assumido a presidência da Associação Goiana de Municípios (AGM), Paulinho Rezende não para mais em Hidrolândia. Daí ser chamado pelos moradores da cidade de “prefeito itinerante”. “Quem quiser se esconder do ex-jogador de futebol Paulinho não precisa ir muito longe, não; basta ficar em Hidrolândia, de preferência na sede da prefeitura”, afirma um pré-candidato a prefeito.

Paulinho Rezende não faz uma gestão ruim – pelo contrário, é azeitada –, mas, de fato, está perdendo contato com as lideranças locais. Tanto que, até agora, não conseguiu esboçar o nome de um candidato a prefeito para sucedê-lo. Sua base política está esfacelada, quer dizer, Paulinho Rezende é forte, mas ela é fraca.

José Délio Júnior: forte candidato a prefeito de Hidrolândia | Foto: Reprodução

Hoje, o candidato a prefeito mais forte é José Délio Júnior, do DEM. É primo de Paulinho Rezende, mas os dois são renhidos adversários. Em 2016, Délio Júnior foi o candidato a vereador mais bem votado de Hidrolândia. “Até parece que os eleitores queriam elegê-lo a prefeito. Agora, têm a chance de sufragá-lo”, afirma um aliado.

Paulinho Rezende disse a um aliado que apoia qualquer para prefeito de Hidrolândia – menos Délio Júnior – e fará qualquer coisa para derrotá-lo. Não será fácil. O vereador é popular e conta com o apoio do governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

Bruno do Posto, vereador Ricardo Vieira de Araújo (Ricardo Pé) e prefeito Paulinho Rezende | Foto: Divulgação

Entretanto, como não há favas contadas em política e ninguém ganha eleição por antecipação, surgiu uma novidade na política de Hidrolândia, Bruno do Posto, que, filiado ao PSB, deve ser candidato pelo MDB.

Se bancado por Paulinho Rezende – sobretudo se este não se comportar como cabo eleitoral itinerante (o presidente da AGM será candidato a deputado estadual em 2022, por isso não para em Hidrolândia – que só tem 16.232 eleitores) –, Bruno do Posto passa a ter chance de derrotar o favoritaço Délio Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.