Braga diz que Jânio Darrot está no jogo e que Perillo tende a não ser candidato a governador

O político e marqueteiro sugere que o quadro só ficará claro quando todas as chapas majoritárias forem definidas

O presidente do Patriota em Goiás, Jorcelino Braga (Patriota), disse ao Jornal Opção que, ao contrário do que propagam, o ex-prefeito de Trindade Jânio Darrot não jogou a toalha. “Jânio é o nosso candidato a governador. Ele está andando pelo interior, conversando com as lideranças partidárias e os segmentos organizados da sociedade. Está se apresentando ao eleitorado. Por que não antes? Por respeito à segurança das pessoas e à sua própria, ele esperou a pandemia da Covid-19 diminuir para começar a peregrinação pelo interior.”

Inquirido sobre suas conversas com o pré-candidato Gustavo Mendanha, Braga disse: “Como sou ligado à oposição, converso com todo mundo que me ligar para conversar e trocar ideias. Falo, por exemplo, com Mendanha e com Antônio Gomide, do PT. Mas também com políticos que apoiam o governo, como os prefeitos de Rio Verde, Paulo do Vale, e de Anápolis, Roberto Naves (PP)”.

Darrot poderá ser o candidato de Lula em Goiás? “Não há conversa sobre isto, não. É o que posso dizer. Acrescento, porém, que o processo presidencial não influencia o processo eleitoral em Goiás. A rigor, nunca determinou.”

Braga sugere que o candidato do PT a governador tende a ser o ex-reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC) Wolmir Amado.

Especialista em pesquisas, por ser marqueteiro, Braga enfatiza: “Pesquisa agora não quer dizer nada. No momento, reflete o conhecimento que se tem dos políticos, ainda não é intenção de voto real”.

Jorcelino Braga e Jânio Darrot | Foto: Divulgação

Mas as pesquisas mostram o governador Ronaldo Caiado na liderança. O que isto significa? “Caiado é governador, está no processo, não tem um desgaste grande. Mas todo governo tem problemas. Nem todas as demandas são ou podem ser atendidas.”

Como avalia o quadro de 2022? “As definições ainda estão acontecendo, há várias alternativas. Todo governante corre riscos, por melhor que seja. Acredito que a disputa de 2022 será decidida no segundo turno, o que, por vezes, zera o processo.”

Braga avalia que Marconi Perillo, se for candidato a governador, enfrentará o julgamento dos eleitores, que podem avaliar que ainda não purgou seus pecados políticos e administrativos. “Como uma pessoa que milita na política há vários anos, acompanhando as disputas de muito perto, aprendi uma coisa, a duras penas: não menosprezo nenhum político que foi eleito governador por quatro vezes.”

Acredita que Perillo vai disputar o governo do Estado. “Acreditar, friso, não acredito. É complicado para ele, que ainda tem grande desgaste. Mas, como vontade é vontade, é possível que, na hora agá, opte pela disputa.”

Braga acredita que, no momento, quatro políticos estão posicionados para a disputa: Ronaldo Caiado (DEM), Gustavo Mendanha (sem partido), Jânio Darrot (Patriota) e Wolmir Amado (PT). “O quadro está clareando, mas, como sabemos, só vai ficar claro mesmo em 2022. Vale observar que as chapas majoritárias ainda não estão inteiramente definidas. Só quando estiverem é que se terá um quadro passível de análises mais detidas”, postula o político, empresário e marqueteiro. As oposições, sugere, estão esperando a definição da chapa governista. “Porque sempre sobram um ou dois descontentes para compor com as outras chapas.”

Vanderlan Cardoso está no páreo para o governo? “Não sei. O que posso dizer é que um senador e ex-prefeito é sempre um player a considerar.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.