Bolsonaro planeja bancar Pazuello para governador do Rio de Janeiro

O presidente quer criar uma rede de apoios nos Estados para ter, se for reeleito, uma base de governadores aliados

Por que o presidente Jair Bolsonaro levou o general e ex-ministro para uma motocarreata e um comício no Rio de Janeiro? Porque pretende banca-lo para o governo do Rio em 2022. Pelo Patriota.

Segundo a revista “Veja”, Bolsonaro pretende “construir uma aliança ‘100% bolsonarista’ no Estado”.

General Eduardo Pazuello, do Exército, fazendo discurso ao lado do presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro: os dois estão em campanha | Foto: Reprodução

Pazuello foi nomeado por Bolsonaro para o cargo de secretário de Assuntos Estratégicos do presidente da República. O presidente chegou a exigir aplausos para o ex-ministro num evento do Ministério da Saúde, “que marcou a assinatura de um acordo de transferência tecnológica com a farmacêutica AstraZeneca para a produção nacional do insumo necessário para a fabricação da vacina desenvolvida pela empresa com a Universidade de Oxford”, no registro da “Veja”.

O governador do Rio, Cláudio Castro, do PL, e Bolsonaro abriram conversações. Mas, segundo aliados do presidente, as possibilidades de reeleição de Cláudio Castro são, no momento, remotas.

Bolsonaro quer criar uma rede de apoios nos Estados para ter, se for reeleito, uma base de governadores aliados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.