Bolsonaro, Alcolumbre e Caiado debatem união entre os poderes e fortalecimento da democracia

O presidente discute com o senador Davi Alcolumbre e o governador Ronaldo Caiado apoio aos Estados e o fortalecimento das instituições

O presidente Jair Bolsonaro conversou com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado — ambos do DEM —, na segunda-feira, 4. Durante 45 minutos, os três dialogaram, registra o repórter Gustavo Maia, de “O Globo”, sobre “a união entre os três poderes e o fortalecimento da democracia”.

Bolsonaro abriu conversações depois da repercussão negativa do que disse no domingo, 3: “Nós queremos o melhor para o nosso país. Queremos a independência verdadeira dos três poderes, e não apenas uma letra da Constituição, não queremos isso. Chega de interferência. Não vamos admitir mais interferência. Acabou a paciência. Vamos levar esse Brasil para frente”. Era e é um recado para o Supremo Tribunal Federal e para o Congresso.

Jair Bolsonaro e Ronaldo Caiado: reaproximação | Foto: Reprodução

O presidente, Alcolumbre e Caiado falaram sobre “a ajuda a Estados e municípios aprovada no sábado pelos senadores”. Caiado frisa que agradeceu “pelo projeto de ‘socorro’. No final de semana, numa entrevista à revista “Veja”, Caiado havia dito que continuava como aliado de Bolsonaro, o que despertou a atenção do presidente.

Caiado e Alcolumbre disseram a Bolsonaro que é fundamental “respeitar a independência e a harmonia dos três poderes”. Instituições fortes são garantia de democracia. Com a pandemia do novo coronavírus, é vital que se concentre esforços na defesa da vida. Segundo “O Globo”, o senador e o governador “saíram com a impressão de que o presidente foi receptivo, parecendo ‘disposto’ e ouvindo as sugestões”. Há quem fale que ele age assim com todo mundo — inclusive com os generais que estão ao seu lado —, mas aí, de repente, decide participar de movimentações antidemocráticas. O tal Gabinete do Ódio, espécie de Ministério de Assuntos Aleatórios, o insufla.

Em seguida, acompanhados do presidente do Supremo Tribunal Federal —, Dias Toffoli —, Bolsonaro, Alcolumbre e Caiado “foram juntos ao velório da mulher do ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) Wagner Rosário”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.