A cúpula nacional do pP não é contrária ao projeto pessoal do ex-ministro, mas o que ela quer mesmo em Brasília são mais deputados

Alexandre Baldy: presidente regional do partido Progressistas | Foto: Jornal Opção

Quem conversa com o ex-ministro Alexandre Baldy sempre ouve a mesma coisa: pretende disputar mandato de senador, em qualquer chapa ou, até, como candidato avulso.

Trata-se do projeto pessoal do político e empresário de 41 anos.

Professor Alcides Ribeiro: deputado federal| Foto: Divulgação

Mas o partido Progressistas tem só um projeto, o de Alexandre Baldy, ou também tem outro? Sim, há outro projeto, e ele também é do ex-ministro. O pP planeja eleger de dois a três deputados federais. Em 2018, elegeu dois: Adriano do Baldy e Professor Alcides Ribeiro.

Agora, o pP tem quatro nomes consistentes para deputado federal: Adriano do Baldy, Professor Alcides, Sandes Júnior e Lucas Kitão. Há, claro, outros nomes, que estarão na chapa para o partido tentar eleger três deputados.

Sandes Júnior: vereador em Goiânia | Foto: Reprodução

Por que Alexandre Baldy precisa trabalhar para eleger deputados federais? Porque a cúpula nacional tem sugerido, aos líderes regionais, que, apesar de ter interesse em eleger senadores, sua prioridade é a eleição para deputado federal.

Porque o fundo partidário, o fundo eleitoral e o tempo gratuito na televisão são definidos pelo número de deputados federais, não pelo de senadores. Portanto, ao ministro Ciro Nogueira, o presidente nacional do pP, e ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, o que interessa mesmo é a eleição de deputados federais.

Adriano do Baldy: deputado federal | Foto: Câmara dos Deputados

Hoje, numa hipótese remota, se o pP perder um pré-candidato, como Adriano do Baldy ou Sandes Júnior, para o União Brasil, o partido corre sério risco de não eleger nenhum deputado federal. E, se eleger um, o mais cotado é Professor Alcides, que não mantém bom relacionamento com Alexandre Baldy.

Lucas Kitão: vereador em Goiânia | Foto: Câmara Municipal

Então, em nome de uma chapa consistente para deputado federal, para atender o pedido da cúpula nacional, Alexandre Baldy pode trocar seu projeto pessoal, o de disputar mandato de senador, para adotar o da chapa de candidatos ao Parlamento?

A rigor, não se sabe. Alexandre Baldy é um político articulado e obstinado. A possibilidade de disputar o Senado, ainda que como candidato avulso, é alta e não saiu de seu radar político.