A Câmara dos Deputados deve aprovar nesta semana, em segunda votação, a PEC da Bengala. Ministros do Poder Judiciário e do Tribunal de Contas da União passarão a se aposentar aos 75 anos.

A aprovação da PEC da Bengala não tem a simpatia da presidente Dilma Rousseff. Porque não poderá nomear, até 2018, mais nenhum ministro do Supremo Tribunal Federal. Exceto o substituto do ministro Joaquim Barbosa.