Não há a menor dúvida de que o principal “general” eleitoral de Cidade Ocidental, no Entorno de Brasília, é o prefeito Fábio Corrêa, do pP. Em 2020, ele foi reeleito com 52,76% dos votos, seguido de Alex Batista, com 31,54%, Rodolfo Valente (PSD), com 12,09%, e Kedma Karen, com 3,60%.

Na disputa de 2022, o candidato de Fábio Correa a senador, Alexandre Baldy, foi o primeiro colocado, com 29,65% dos votos válidos (Marconi Perillo ficou em segundo lugar, com 21,32%). Porém, para deputado estadual, o líder foi Alex Batista (PRTB), com 30,57%. Wilde Cambão, o segundo colocado, obteve 10,49%. A oposição, Alex Batista, mostrou força, superando os nomes avalizados pelo gestor municipal. O candidato do prefeito a deputado federal, Adriano do Baldy (pP), ficou em segundo colocar, atrás de Lêda Borges (PSDB).

Lulinha, vice-prefeito de Cidade Ocidental | Foto: Divulgação da Prefeitura de Cidade Ocidental

Para a disputa de 2024, daqui a um ano e oito meses, Fábio Corrêa não poderá ser candidato e deve bancar seu vice, Luiz Gonzaga Viana Filho, o Lulinha, para prefeito. Lulinha tem prestígio, mas sua força advém sobretudo da vinculação com o gestor de Cidade Ocidental.

O fato é que, embora seja um prefeito bem avaliado, Fábio Corrêa tem desgaste e, de alguma maneira, pode transferi-lo para Lulinha. Os eleitores podem entender que, se votarem em Lulinha, estarão “dando” um terceiro mandato para o prefeito.

Alex Batista: ex-prefeito de Cidade Ocidental | Foto: Reprodução

Integrantes das oposições dizem que pesquisas e o contato direto com eleitores sugerem que há um sentimento de mudança em Cidade Ocidental. “Há eleitores que, abordados, dizem: ‘Já deu. É hora de mudar’”.

Karedn Kedma, do PT | Foto: Site do TSE

Antônio Lima, ligado ao governador Ronaldo Caiado, pode ser a principal aposta do União Brasil na disputa de 2024. “Antônio Lima é leal a Ronaldo Caiado e eles são amigos de longa data. É o nome mais forte”, afirma um auxiliar do governador.

O deputado federal Célio Silveira pode bancar Alex Batista para prefeito. Considerando a boa votação do ex-prefeito para deputado estadual, é provável que ele seja candidato a prefeito. O PT pode bancar Kedma Karen. Em 2020, o PSD apostou em Rodolfo Valente, que ficou em terceiro lugar.