Deputado estadual sabe que uma administração engessada por falta de apoio é o caminho mais certo para o desgaste político

Comenta-se em Anápolis que o deputado estadual Antônio Gomide, do PT, não vai disputar a Prefeitura de Anápolis em 2020 e que pode compor com o MDB do empresário Márcio Corrêa.

Antônio Gomide pode optar por permanecer na Assembleia Legislativa | Foto: Reprodução

Está cedo para firmar alianças definitivas, afirmam políticos anapolinos. Mas MDB, PSL e PT abriram conversações sobre a disputa de 2020 (daqui a meros um ano e quatro meses). Há a possibilidade de o PT de Antônio Gomide lançar o vice do MDB, especialmente se o deputado não for o candidato.

Henrique Meirelles e Márcio Corrêa

Analistas políticos de Anápolis sugerem que Antônio Gomide sabe, que se eleito, terá dificuldade para governar, pois não terá apoio do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, do DEM, e do presidente Jair Bolsonaro, do PSL. Caiado e Bolsonaro são dois dos principais adversários políticos e ideológicos do PT e dos petistas. Uma administração engessada por falta de apoio é o que há de pior para um político.