Aliado de Lula: quem esconde o vermelho e o 13 “precisa ter vergonha na cara”. Gomide esconde

“Candidato do PT que esconde o vermelho ou dilui o 13 precisa ter vergonha na cara. Oportunismo não deve ter lugar no PT. O eleitor não vota nesse tipo de gente”

Wadih Damous e Lula: recado duro para políticos que escondem o vermelho e o número 13 — caso de Antônio Gomide, em Anápolis | Foto: Reprodução

O ex-deputado federal Wadih Damous, que chegou a atuar como advogado do ex-presidente Lula, possivelmente a pedido do aliado, fez duras críticas àqueles candidatos a prefeito que estão escondendo o vermelho e o número 13 do PT. Goiás está na mira da cúpula, porque o candidato a prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, está escondendo — suavizando — o vermelho e não faz questão de enfatizar o 13. É como se fosse maior do que o partido e, mesmo, como se tivesse “vergonha” de pertencer à mesma legenda de Lula.

Antônio Gomide: como parece acreditar que o PT o prejudica em Anápolis, o candidato está escondendo o partido, seu número e suas cores | Foto: arquivo

Nas redes sociais, Wadih Damous jogou pesado: “Candidato/a do PT nessas eleições que esconde o vermelho ou dilui o 13, que tenha medo ou vergonha de pertencer ao partido precisa é ter vergonha na cara. Oportunismo eleitoral e pusilanimidade não devem ter lugar no PT. O eleitor não é bobo e não vota nesse tipo de gente”, escreveu Damous. Ele e Lula são amigos.

A “Veja” deu destaque ao tema, na coluna “Radar”, a mais lida da revista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.