Alckmin vira picolé de ambrosia e objeto de desejo de todos em São Paulo

Líder nas pesquisas de intenção de voto, Geraldo Alckmin deve disputar o governo pelo Democratas de ACM Neto. Mas Kassab também está cortejando o ex-governador

ACM Neto e Geraldo Alckmin: emparedando João Doria em São Paulo | Foto: Reprodução

O ex-governador de São Paulo Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho (nome com 32 letras) nunca pensou que seria tão “assediado” aos 68 anos de idade. Todos querem o Picolé de Chuchu — agora, Picolé de Ambrosia.

Por que todos querem Geraldo Alckmin, que muitos julgavam aposentado? Porque ele lidera as pesquisas de intenção de voto — e com certa folga — para a disputa do governo de São Paulo em 2022.

Gilberto Kassab e Geraldo Alckmin: articulando | Foto: Reprodução

Como se sabe, o governador João Doria planeja disputar a Presidência da República pelo PSDB. Se disputar, vai bancar seu vice, Rodrigo Garcia, para governador.

Rodrigo Garcia era filiado ao partido Democratas, mas, para ser candidato em 2022, se filiou ao PSDB de João Doria.

Irritado com João Doria, que lhe tomou um aliado em São Paulo, o presidente nacional do Democratas, o baiano ACM Neto, convidou Geraldo Alckmin a se filiar ao DEM. Segundo a revista “Veja”, “a sigla é a primeira opção do tucano”. O anúncio da filiação deverá “ser feito em breve”.

Geraldo Alckmin e Márcio França: a dobradinha pode se repetir | Foto: Reprodução

Geraldo Alckmin também está sendo assediado pelo PSD de Gilberto Kassab, ex-prefeito de São Paulo. O namoro pode resultar em casamento? É difícil porque a noiva DEM é, no momento, considerada tanto mais bonita quanto dona do maior dote (orçamentário).

O PSB de Márcio França também gostaria de ter Geraldo Alckmin como seu candidato. Mas a tendência é que Márcio França, do PSB, seja o vice do quase ex-tucano. França já foi de vice de Geraldo Alckmin, e, quando ele deixou o cargo para disputar a Presidência da República, se tornou governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.