Agenor Mariano aposta que Iris Rezende vai ser candidato a prefeito de Goiânia

O ex-vice-prefeito da capital afirma que o emedebista está ajustando a máquina e que os próximos dois anos serão de “grandes realizações”

Agenor Mariano (à direita): “Iris Rezende (centro) é o nome adequado para a disputa da Prefeitura de Goiânia” | Foto: Jornal Opção

O ex-vereador Agenor Mariano — candidato a senador na última eleição — afirma que, “no presente momento, Iris Rezende é o nome adequado para a disputa da Prefeitura de Goiânia em 2020. Não se discute outro nome enquanto existir a possibilidade de o prefeito disputar a reeleição”.

Agenor Mariano disse ao Jornal Opção que, “mesmo se por ventura Iris decidir não disputar a prefeitura, é precipitado colocar outros nomes agora. Daqui a dois anos, será preciso verificar como estão os governos federal e de Goiás, pois isto vai influenciar, direta ou indiretamente, a postulação de alguns candidatos. Muita água vai passar por baixo da ponte”.

Na opinião de Agenor Mariano, Iris Rezende “vai fazer muita coisa nos próximos dois anos. Portanto, vai estar bem posicionado no final de seu governo, por isso seria importante que continuasse. Se não for candidato, será uma perda para os emedebistas e, também, para os goianienses. Mas a decisão é dele. O prefeito já realizou muito tanto para Goiânia quanto para Goiás. Poucos mencionam, mas é fundamental entender que, em dois anos, Iris reorganizou a prefeitura, ajustando-a para que que fosse possível novos investimentos”.

Bruno Peixoto e Daniel Vilela

Bruno Peixoto e Daniel Vilela: os deputados podem disputar a Prefeitura de Goiânia em 2020| Fotos: Y. Maeda/ Assembleia e André Lima/ Agência Câmara

O Jornal Opção pergunta: “Sem Iris Rezende, quais são as outras possibilidades do MDB para prefeito?” Agenor Mariano mostra cautela: “Insisto que o candidato deve ser Iris Rezende, porque, como arrumou a casa, a próxima administração poderá ser muito mais realizadora”. Mas e os nomes? Enigmático, o ex-vice-prefeito de Goiânia pontua: “Tem nomes que nem entraram no partido”. E acrescenta: “É importante que o partido tenha muitos pré-candidatos — o que prova sua vitalidade”.

Como avalia Bruno Peixoto? “Bruno foi vereador em Goiânia por dois mandatos e foi reeleito para o terceiro mandato de deputado estadual. Temos de respeitá-lo”. Quanto a Daniel Vilela? “Se quiser ser candidato, tem estatura para sê-lo. Foi bem votado para governador, se colocou como alternativa para a população e é um político jovem e moderno.”

Lívio Luciano e o governo de Caiado

Ronaldo Caiado, governador eleito de Goiás, e Lívio Luciano: o deputado estadual é visto como um quadro técnico e político qualificado | Reprodução

Indagado se Lívio Luciano vai para o governo de Ronaldo Caiado, Agenor Mariano frisa que não tem informações a respeito. “Mas, como primeiro suplente de sua coligação e pelo fato de ter deixado o MDB para apoiar o candidato a governador pelo DEM, é natural que participe do governo. Lívio é, acima de tudo, um excelente quadro tanto político quanto técnico, portanto deve ser aproveitado num cargo de proa.”

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marcus

Gente, para com essa ganância. Já está no 4 mandato! Em 2020 já vai estar beirando os 90, e mesmo com boa saúde, para uma Administração Municipal não terá o pique exigido.