Pesquisa Serpes mostra Jânio Darrot com 46,4%. O segundo tem 20,9%

Pelé está errado: o eleitor de Trindade prova que sabe votar e coloca Jânio Darrot em primeiro nos levantamentos estimulado e espontâneo. O tucano deve ser reeleito

Jânio Darrot fala aos trindadenses ao lado da Tocha Olímpica: momento histórico | Foto: Iris Roberto

Jânio Darrot: favorito na disputa pela Prefeitura de Trindade | Foto: Iris Roberto

Ao contrário do que disse Pelé, o povo sabe votar e entende quando um candidato é mais qualitativo do que o outro. Ao menos é assim o quadro político-eleitoral de Trindade, município que fica no entorno de Goiânia. O prefeito Jânio Darrot, do PSDB, assumiu, em 2013, com uma prefeitura endividada e com uma cidade com ares de abandono. Parecia praticamente impossível colocar a casa em ordem. No entanto, quase quatro anos depois, o que se vê é uma prefeitura administrada de modo competente, com uma gestão moralizadora, com as contas ajustadas e as obras aparecendo. O político que for eleito para os próximos quatro anos, com a prefeitura em ponto de bala, terá facilidade para administrar e melhorar a cidade. O eleitor, ao entender que Jânio Darrot é o responsável por ter organizado a prefeitura, viabilizando o município, está dando mostras de que percebeu com ampla nitidez o que foi feito. Sobretudo, quer lhe dar uma chance de continuar o que tem sido feito. Com a casa em ordem, poderá fazer muito mais. É a expectativa dos eleitores.

Na quinta-feira, 15, “O Popular” publicou nova pesquisa de intenção de voto, feita pelo instituto Serpes, a respeito da disputa pela Prefeitura de Trindade. Mais uma vez, Jânio Darrot aparece em primeiro lugar, com 46,4% — no levantamento estimulado. O segundo colocado, o Dr. Antônio, do PR, tem 20,9%. A diferença, de 25,5%, é praticamente incontornável — a 17 dias das eleições. Ricardo Fortunato, do PMDB, tem 12,5%. Jânio Darrot está 33,9% na sua frente. O que isto prova? Que Jânio Darrot, sucessor de Ricardo Fortunato na prefeitura, fez muito mais como gestor e isto é reconhecido pelo eleitorado. Alexandre Compleite, do DEM, tem 1,2%. E 5% disseram que anularão o voto e 14% informaram que não decidiram em quem vão votar.

Levantamento espontâneo

A pesquisa espontânea confirma a estimulada: Jânio Darrot aparece com 44,4%. O Dr. Antônio tem 18%. A diferença é de 26,4%. A diferença na espontânea chega a ser maior do que na estimulada. Ricardo Fortunato tem 10,5%. Alexandre Compleite tem 1%. E 5,7% disseram que vão anular o voto e 20,4% informaram que ainda não decidiram em quem vão votar.

Rejeição de Ricardo Fortunato é de quase 50%

O candidato mais rejeitado pela população é Ricardo Fortunato, com 49,4%. Jânio Darrot e Alexandre Compleite estão tecnicamente empatados, com, respectivamente, 16,5% e 14,2%. O Dr. Antônio é o menos rejeitado, com 9%. E 30,4 disseram que não rejeitam ninguém.

Registro da Pesquisa

A pesquisa do Serpes (o responsável técnico) ouviu 401 eleitores. A margem de erro é de 4,88%. O intervalo de confiança é de 95%. A coleta dos dados foi feita entre 9 e 11 de setembro de 2016. Os contratantes são J. Câmara & Irmãos S. A. e jornal “O Popular”. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo nº GO-01273/2016, no dia 7 de setembro de 2016.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.