Um homem e uma mulher morreram após sofrerem queimaduras graves durante um evento religioso em Aparecida de Goiânia. De acordo com informações da polícia, uma das vítimas, identificada como Vitor Hugo de Melo da Rocha, de 19 anos, teve 98% de seu corpo queimado. Além disso, outras três pessoas ficaram feridas.

O caso foi registrado no último dia 28 de outubro, em um centro religioso. Vitor foi transferido para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde permaneceu internado até a última quarta-feira, 1º, quando veio a óbito.

Conforme o relato da polícia, o marido de Sandra Cristina, outra vítima, compareceu à delegacia para comunicar o falecimento de sua esposa. Ele informou que, durante o evento em que ela estava presente, as pessoas estavam envolvidas em uma atividade que envolvia jogar cartas em uma fogueira.

Os relatos das autoridades policiais também indicam que Sandra Cristina sofreu queimaduras em 48% de seu corpo devido à proximidade com Vitor Hugo. A mulher de 44 anos também foi levada ao Hugol, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu em 3 de novembro.

Testemunhas no local relataram que, no momento do acidente, a mãe de santo responsável pelo local estava conduzindo uma celebração que ocorre a cada 7 anos. Essa celebração contava com a ajuda de cinco assistentes, incluindo Sandra e Vitor.

Cerca de 130 pessoas participavam do evento, que envolvia escrever pedidos em papéis, que posteriormente eram enrolados com pólvora e jogados na fogueira, quando o acidente ocorreu.

Além disso, outras três pessoas também foram atingidas pelas chamas, embora apenas duas tenham sido hospitalizadas. Elas continuam internadas e têm previsão de receber alta médica neste sábado, dia 4.

Leia também: