O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), intensifica as medidas de prevenção e vigilância da gripe aviária, após ocorrência de casos em aves silvestres no Espírito Santo. Conforme informações do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), a avicultura comercial não sofre qualquer abalo, mantendo as atividades produtivas normais e as exportações.

O presidente da Agrodefesa, José Essado, conclama os industriais, criadores, produtores integrados, responsáveis técnicos pelas empresas, profissionais da medicina veterinária, agentes da cadeia produtiva e a população em geral para que redobrem os cuidados, contribuindo para evitar a chegada da gripe aviária ao Estado. A doença pode causar danos à saúde das pessoas e grandes prejuízos aos criadores e à economia.

“É fundamental que todos façam sua parte e coloquem em prática as medidas estabelecidas pelo Serviço Veterinário Oficial, em especial as normas de biosseguridade. E, principalmente, que qualquer modificação no comportamento e na saúde das aves seja imediatamente notificada à Agrodefesa, que está preparada para adotar as medidas necessárias”, reitera José Essado.

Principais cuidados

O gerente de Sanidade Animal da Agrodefesa, Antônio do Amaral Leal, reforça a importância das medidas preventivas, tais como evitar ao máximo o contato das aves das granjas com aves de vida livre; barrar o acesso de pessoas alheias às granjas; usar roupas exclusivas para manejo das aves nos criatórios; além de desinfetar veículos antes da entrada e na saída do local. “É muito importante que os criatórios e granjas mantenham sempre em dia os registros de controles sanitários”.

Em caso de aparecimento de sintomas suspeitos nas aves, como sinais respiratórios, digestivos, nervosos e/ou mortalidade acima do normal, os responsáveis devem entrar em contato imediatamente com a Agrodefesa, tanto nos escritórios locais, quanto por telefone (62 3201-3574 e 3201-8576) ou e-mail ([email protected]) para relato da ocorrência.

A influenza ou gripe aviária é uma doença causada por vírus, que pode ser transmitido pelo ar, água, alimentos e materiais contaminados, bem como pelo contato com aves doentes e o acesso de pessoas alheias às criações comerciais. Outra forma possível de transmissão do vírus é o contato das aves de criatórios com aves silvestres de vida livre (que migram inclusive de um continente para outro).