O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarcou para Washington, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira, 8. A viagem política terá uma agenda curta de apenas um dia. Na programação estão encontros com o presidente Joe Biden, o senador Bernie Sanders, outros políticos democratas e sindicalistas.

O brasileiro viajou na companhia da esposa, a primeira-dama Rosângela Lula da Silva, a Janja. A visita oficial aos EUA está sendo mais política do que econômica. O petista quer passar a mensagem de que ambos países venceram as ameaças à democracia.

Acompanharam Lula na missão os ministros Mauro Vieira (Relações Exteriores), Fernando Haddad (Fazenda), Marina Silva (Meio Ambiente), Anielle Franco (Igualdade Racial), do ex-chanceler Celso Amorim, assessor especial do presidente, e do secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Econômico e Comércio, Marcio Elias Rosa.

Na comitiva, a presença de Marina Silva visa marcar o retorno do compromisso do Brasil com a conservação ambiental. Além disso, com a busca de engajamento dos países desenvolvidos para cumprir os compromissos de financiamento na área climática.

Agenda

Pela programação, a comitiva será recebida por Biden na Casa Branca às 17h30 de sexta-feira, 10, no horário de Brasília. De manhã, Lula se reunirá com o senador Sanders. Na sequência, o encontro será com outros políticos do partido Democrata.

A reunião do presidente com representantes da Federação Americana de Trabalho e Congresso de Organizações Industriais está marcada para às 14h. Os encontros ocorrerão na Blair House, residência do governo americano para receber convidados do presidente.