Ronaldo Caiado: um homem de valores, com autoridade e a serviço de um Estado

Avoco o direito de responder a mim mesmo

*Engenheiro Civil Ricardo de Sousa Correia

Noutra oportunidade manifestei-me de forma equivocada em relação ao nosso Governador Ronaldo Caiado. Tanto tempo sobre influência de bombardeio midiático tentando impingir a ele a figura distorcida do autoritarismo e atraso, que num ato falho arvorei-me na falácia da crítica fácil.

Tendo participado da gestão da Saneago desde maio de 2018, posso asseverar que muito do que se dizia de nosso Governador era inverdade e fruto de inveja ou receio de perda de poder.

Imerso numa realidade de muitos anos, não fiquei imune a cometer o equívoco de avaliar de modo completamente errado o seu perfil de gestor e homem público, com espírito público.

De outra forma, retifico minha posição para, na condição de conhecer os idos tempos da gestão anterior, reconhecer os grandes avanços que a tutela de Ronaldo Caiado trouxe para a Saneago e o Estado de Goiás.

Antes, rotulado de atrasado e autoritário, revelou-se moderno e aberto ao diálogo com a sociedade organizada e a população em geral.

Conduziu de maneira exemplar a preocupação com as pessoas frente à pandemia do Covid-19 e deu exemplo ao Brasil da grandeza do ser humano acima do cargo que hoje ocupa.

Nas particularidades da empresa, a qual tenha chance de dirigir, junto à grande escolha do Presidente Ricardo Soavinski feita pelo Governador, vivemos uma realidade de ética, transparência, governança profissional e zelo pelo patrimônio público e pelo dinheiro do contribuinte.

Destravamento de obras, novos investimentos, auditorias, redirecionamento de estratégias, busca de atendimento a todos os municípios de forma indistinta politicamente, decisões pautadas pela técnica e pelas necessidades das pessoas em cada rincão do Estado.

Tenho e felicidade de poder participar da mudança de realidade na saúde e no saneamento de várias cidades e povoados, levando água tratada e coletando esgotos, portanto preservando vidas.

Vejo-me na obrigação de avocar o Direito de Resposta para dizer a mim mesmo que estamos em boas mãos. Nas mãos do Governador Ronaldo Caiado, com autoridade, mas não autoritário; moderno e aberto ao diálogo, ao contrário do apregoado de ser atrasado e monocrático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.