Justiça permite que psicólogos tratem gays como doentes e promovam “reversão sexual”

Sentença vai contra resolução do Conselho Federal de Psicologia do ano de 1999